Crime da degola - Começa a audição das testemunhas

A Justiça começou na última sexta-feira, dia 27/08, a ouvir as testemunhas sobre as mortes dos empresários Rayder dos Santos Rodrigues e Fabiano Ferreira Moura, ocorridas no bairro Sion, em Belo Horizonte-MG.

 

Ao todo, serão 57 testemunhas que serão interrogadas no Fórum Lafayette, nesta Capital. A juíza Maria Luíza de Andrade Rangel Pires é a magistrada que preside os procedimentos processuais, sendo o promotor da causa Francisco de Assis Santiago.

 

Permanecem presos preventivamente Frederico Costa Flores de Carvalho, Adrian Gabriel Grigoceia, Arlindo Soares Lobo, Renato Mozer e André Luis Bartolomeu, sendo estes dois últimos integrantes da PMMG. No caso deles, por se tratar de crime comum (crime de homicídio contra civis), não serão eles julgados pela  Justiça Militar e, sim, pela Justiça comum (exceção prevista no Código Penal Militar).

 

Fonte: Terra Notícias

 

Assessoria de Comunicação

ascom[@]tjmmg.jus.br