Gestão Documental

No dia 8 de maio, a Justiça Militar de Minas Gerais promoveu ato simbólico marcando a primeira eliminação documental da sua história.

O evento ocorreu no Memorial da instituição, onde o juiz presidente James Ferreira Santos realizou a fragmentação dos inquéritos policiais militares números 744 e 762 do ano de 1947.

IMG 2952site

O ato marca o início dos trabalhos de eliminação de documentos selecionados pela Comissão Permanente de Avaliação Documental do TJMMG, publicados no Edital n. 1 – CPAD.

Em nome da Comissão, a servidora Flávia Imaculada realizou breve explanação acerca do programa e ações desenvolvidas ao longo da sua implementação.

IMG 2988site

Em seu pronunciamento, o juiz James Ferreira Santos ressaltou a importância da Gestão Documental, elencada como uma das prioridades da Gestão 2018-2019, que contempla as melhores práticas neste campo de atividade, tornando o TJMMG referência na área.

Destacou ainda, que o Tribunal vem realizando investimentos em recursos humanos, capacitação dos seus servidores, e em equipamentos, com a aquisição de fragmentadora de última geração, arquivos deslizantes e outros fundamentais para o Programa.

O presidente, ainda, enalteceu o trabalho da Comissão, em especial, das militares integrantes do Centro de Segurança Institucional do Tribunal – Cesi – 2º Sargento PM Nayana de Souza Ramos e da Cabo BM Lucélia Moreira Santos, cedidas respectivamente pela Polícia Militar e pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais ao TJMMG,  atualmente, responsáveis pela coordenação técnica da equipe de Gestão Documental.

Em breve será lançado novo edital de eliminação de documentos, o segundo de muitos que estão por vir, com volume três vezes superior ao primeiro.

Os interessados na preservação de alguma peça elencada (parte no IPM ou quem comprovasse vínculo direto com ela) podem requisitá-la para a guarda particular nos prazos definidos nos editais.

IMG 3004site

IMG 3001site

Na foto superior, os juízes James Ferreira Santos (presidente), Rúbio Paulino Coelho (vice-presidente) e Jadir Silva (corregedor) acompanhados pela servidora Flávia Imaculada (Corregedoria/Comissão) e pelas militares Nayana de Souza Ramos e Lucélia Moreira Santos. Abaixo, os magistrados juntamente com a equipe operacional da Gestão Documental, Larissa Stephani da Silva, Luciana Sabino de Oliveira, Marineide Alves Rocha, Virginia Lucia Carmo de Deus, Leonardo Fabiano Marques de Souza, Danubia Kellen Ferreira Andrade e Jhemerson Gustavo Santiago Costa.

 

Secom/TJMMG