Gestão da Memória

Com o objetivo de preservar a história do Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais, foi criada, em 2015, a Comissão Permanente para Preservação da Memória Institucional da Justiça Militar Estadual. Porém, através da Resolução n. 324, de 30 de junho de 2020 - CNJ, o Projeto Memória ganhou uma nova roupagem com uma série de novas medidas que alavancariam os serviços e informações contidas no arquivo deste Órgão, organizando o seu fundo arquivístico.

O acervo reúne fatos que remontam a 1922, anteriores à criação da própria Justiça castrense mineira, até julgamentos polêmicos e de grande relevância social.

Fotografias, relatos e os primeiros processos estão expostos no Memorial localizado no prédio do Tribunal Militar. Além da exposição, artigos estão sendo escritos para que os fatos contidos nos autos sejam contados e permaneçam como histórias vivas.